apple-1702316_1280

Regresso às aulas com lanches saudáveis

Envolva as crianças, promova autonomia e estimule boas relações com a comida.

Este ano o regresso à escola é seguramente diferente, com os desafios extra que a pandemia nos trouxe. Podemos olhar para o outro lado da moeda e encarar este momento como uma oportunidade para adotar novos hábitos. No que diz respeito à alimentação, o regresso às aulas pode ser excelente para o fazer. Falo, particularmente, na preparação dos lanches das crianças. Esta, não ter de ser “mais uma tarefa” aborrecida e um fator de stress todas as manhãs, nem tão pouco deve ser apenas da responsabilidade dos pais.

  • Envolva as crianças e convide-as a participar na preparação dos lanches

Reserve algum tempo de véspera e promova a autonomia das crianças deixando que sejam elas a escolher o que comer no dia seguinte, tendo por base um leque de opções que passaram pelo seu crivo.
Se este momento for leve e descontraído, será mais fácil que a criatividade fale por si, que as crianças explorem a sua relação com a comida, que tenham tempo para se conhecerem nos seus apetites, desejos e gestão do que deve ser uma alimentação saudável diária, onde, naturalmente, cabe a inclusão de alimentos gulosos, desde que, com conta, peso e medida.

  • Um bom lanche deve ter alimentos dos vários grupos alimentares, ser de alto valor nutricional, evitar a monotonia, ser apelativo e prático de transportar

Na hora de preparar a lancheira, combine um alimento proteico, por exemplo laticínio, ovo ou bebida vegetal enriquecida, com fruta ou vegetais ricos em vitaminas, fibras e minerais e, um hidrato de carbono para dar energia, de entre os quais se devem privilegiar os complexos, como por exemplo, pão integral ou aveia.
Em conjunto com as crianças, faça uma lista de alimentos dentro de cada grupo, coloque-a no frigorífico e use-a como base na escolha. Aproveite a oportunidade para introduzir alimentos novos que o seu filho não conhece ou diz não gostar. Lembre-se que uma regra de ouro é oferecer repetidamente sem pressionar.

Eis alguns exemplos:
– Leite, pão com fiambre e uma maça
– Pão com queijo e alface e palitos de cenoura
– Bebida vegetal e pão com banana e nozes
– Iogurte líquido com aveia e morangos
– Sumo natural e pão com queijo
– Iogurte de aromas com três bolachas maria e uma pera

  • A presença da água é fundamental

Junto com as fibras das frutas e vegetais, a água contribui para o bom funcionamento intestinal e absorção dos nutrientes. Para quebrar a monotonia, pode apostar em aromatizar a água com hortelã, canela, casca de limão ou laranja. Pode ainda preparar um chá ou infusão, colocar no frigorífico e no dia seguinte está pronto a ir para a lancheira.

Faça da hora do lanche um momento divertido (e, claro, saudável!), tanto para as crianças, como para si.

Bom regresso às aulas!

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Subscreva

Deixe os seus contactos para lhe enviarmos um resumo semanal das novas publicações para o seu email