violence-against-women-4209778_1920

O Diário do Medo

A violência sobre as mulheres na vida doméstica.

“Tenho medo e isso é tudo o que sinto. Ele bateu-me na cara. Agora não me dói (…), mas a minha alma sofre e agoniza.”

Estas palavras são de Elena Stoyanova, uma mulher maltratada que teve a coragem de escrever a sua história, partilhando connosco os seus sentimentos, as suas vivências, duvidas e os seus mais profundos medos. 

Este testemunho pretende mostrar os horrores da violência doméstica, de como o medo pode bloquear os movimentos da maioria das mulheres violentadas. Mas acima de tudo, é um apelo à mudança, com coragem e sem medo conseguimos sair do ciclo de violência.

“A minha alma chora quando penso naquilo que aconteceu, vejo que ele não gostou de mim, que fui uma ingénua entregando-me como me entreguei(…). Mas finalmente gosto de saber aquilo que o amor não é. (…) Desta forma, com ajuda dos que gostam de mim, vou começar de novo, sem planos e sem final marcado. Em qualquer caso a escolha será sempre minha.”

Boa leitura!

O Diário do Medo

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Subscreva

Deixe os seus contactos para lhe enviarmos um resumo semanal das novas publicações para o seu email