1-ciberbullying_v_0

Cyberbullying nos jovens

O cyberbullying é uma forma de bullying que consiste em usar a tecnologia para assediar, ameaçar, provocar, humilhar ou embaraçar alguém (colega de escola, professores ou desconhecidos), de forma repetitiva e intencional.

O apelo que nos tem sido feito nos últimos meses é o de ficar em casa, de não contactarmos presencialmente com amigos, familiares e conhecidos. Felizmente a tecnologia de que dispomos atualmente permite-nos contactar virtualmente com aqueles que nos são queridos, permite-nos continuar a trabalhar e a estudar em nossas casas, permite-nos contactar com os nossos grupos de amigos, mantermos o sentimento de pertença a um grupo, a uma turma, a uma escola, a uma equipa… mas, em algumas situações, pode permitir manter ou criar um sentimento de exclusão, de agressão, de humilhação, que entra por nossa casa, invade um lugar seguro que é o nosso, sem hora marcada! 

Existem diferentes tipos de comportamentos que caracterizam o cyberbulliyng: 

  • Enviar repetidamente mensagens cruéis, ofensivas ou intimidatórias; 
  • Publicar informações falsas ou caluniosas sobre outra pessoa;
  • Publicar material de outra pessoa, que contenha informação sensível, privada ou íntima, como por exemplo imagens ou vídeos desrespeitosos;
  • Criar uma página falsa em nome de outra pessoa;
  • Fazer-se passar por outra pessoa com o intuito de a colocar em risco ou de a envergonhar/humilhar;
  • Utilizar truques para obter informação embaraçosa, privada, com o intuito de a divulgar;
  • Excluir intencionalmente uma pessoa de um grupo online ou criar um grupo com intenção de denegrir a imagem de alguém ou provocar-lhe danos.

Se és vítima de cyberbulliyng e te encontras em alguma(s) destas situações, ficam aqui algumas recomendações: 

  • Ignora. Se é um incidente isolado, não estimules a situação, respondendo à pessoa que está a tentar agredir-te, muitas vezes o cyberbullie espera uma resposta e se não a tiver deixa-te em paz. Evita retaliar porque este comportamento irá perpetuar o ciclo de agressão.
  • Fala com alguém em quem confies. Não fiques em silêncio, importa falares com os teus pais, com um professor ou outro adulto da tua confiança e explicares que estás a ser alvo de cyberbulliyng. Quando se vive uma situação como esta, muitas vezes o medo e a vergonha impede-nos de denunciar o cyberbullie, mas o teu silêncio pode permitir tornar-se cada vez mais violento.
  • Guarda as provas. Deves fazer uma capturas de ecrã, impressão ou fotografia do que vês, para que possas denunciar a situação quando falares com alguém.
  • Bloqueia o acesso de quem está a incomodar-te. Denuncia o utilizador na plataforma ou rede social em que a situação ocorrer. O assédio moral é proibido nas redes sociais e todas elas têm formas rápidas de denunciar estas situações. 
  • Contacta as autoridades. Se as mensagens te fazem sentir que não estás em segurança, conta imediatamente a um adulto de confiança e contacta a polícia. Atacar alguém online é um crime. Há formas de resolver esta situação sem que o cyberbullie saiba quem o denunciou. 
  • Não partilhes mensagens/imagens agressivas. Nunca encaminhes mensagens de alguém que pratique cyberbullying. A ideia é seres parte da solução e não do problema.

Voltaremos com recomendações para testemunhas deste tipo de situações e para familiares, mantenha-se atento!

Fontes: 

https://www.seguranet.pt/pt/tiras-bd-seguranet

https://www.ordemdospsicologos.pt/ficheiros/documentos/covid_19_cyberbullying_jovens.pdf

Freire, I., Alves, M. M., Breia, A. P., Conceição, D., & Fragoso, L. (2013). Cyberbullying e ambiente escolar: um estudo exploratório e colaborativo entre a escola e a universidade. Revista Portuguesa de Pedagogia, 47(2), 43-64. Disponível em http://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/33021/1/Freire%20et%20al.pdf  

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Subscreva

Deixe os seus contactos para lhe enviarmos um resumo semanal das novas publicações para o seu email