sardines-825606_1920

Como escolher boas conservas.

Dicas sobre enlatados e enfrascados saudáveis.

As conservas sempre foram alimentos bastante procurados quando é necessário dispor de uma reserva alimentar de boa qualidade nutricional, segura e de grande durabilidade. E em tempos de pandemia não fugimos à regra. 

Confinados ao isolamento, planificar as compras e comprar as quantidades certas para garantir o abastecimento durante alguns dias, (nestes tempos aconselha-se fazer compras para um período mínimo de quinzes dias) é um desafio, principalmente, quando o espaço de armazenamento em casa nos traz algumas limitações. 

É aqui que as conservas entram como os nossos “salva-vidas”. Quem nunca se viu sem inspiração para fazer o jantar ao fim do dia, e ao abrir o armário, salta à vista uma lata de atum ou um frasco de grão que logo nos inspiram para fazer um atum à bolonhesa ou uma salada fria de massa com grão, em quinze minutos? 

As conservas de pescado e as leguminosas em conserva trazem-nos grandes vantagens: são muito fáceis de armazenar, são excelentes opções para economizar tempo na preparação das refeições e trazem-nos inúmeros benefícios nutricionais, quando sabemos fazer boas escolhas. 

Como escolher e fazer um bom uso das conservas?

  1. Verificar o prazo de validade e optar por um prazo de validade longo;
  2. Confirmar a integridade da lata, se esta estiver opada, amolgada ou oxidada não a deve utilizar;
  3. Optar por conservas com menor teor de sal; o ideal será verificar no rótulo as que têm <0,6g por 100g de produto, no caso das leguminosas ou <0,9g por 100g de produto (no caso de atum e cavala);
  4. As conservas de pescado em água são a opção com menor valor energético (menos calorias);
  5. No caso das conservas de pescado, depois de abrir a lata, deve escorrer o conteúdo de forma a retirar o excesso de gordura;
  6. Já nas leguminosas, devem ser bem escorridas e passadas por água corrente de forma a retirar o excesso de sal;
  7. Se o produto não for utilizado de imediato, transferir para um recipiente de vidro, ou outro apropriado, e conservar no frigorífico por um período máximo de 3 dias. 

Fonte: Adaptado de DGS. Receitas com enlatados – Alimentação Saudável em tempos de isolamento à base de conservas de pescado e leguminosas.

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Subscreva

Deixe os seus contactos para lhe enviarmos um resumo semanal das novas publicações para o seu email